CLUBE DA ESQUINA OS SONHOS NÃO ENVELHECEM

Data: de 09 de setembro a 23 de outubro
Horários: Quintas e Sextas às 20h | Sábados às 16h e 20h30 | Domingos às 19h
Ingressos: Plateia VIP R$240 | Plateia – R$220 | Balcão Nobre R$190 | Balcão Superior – R$170
Acesse: https://bit.ly/3IMfkey
Lotação: 999 lugares
Classificação: 12 anos
Duração: 120 minutos de espetáculo + 15 minutos de intervalo 

Musical “Clube da Esquina – Os Sonhos não envelhecem” chega aos palcos com direção de Dennis Carvalho. O primeiro LP duplo, eleito o melhor álbum da discografia nacional, completa 50 anos e foi um dos principais movimentos artísticos da Música Popular Brasileira.

“Porque se chamavam homens Também se chamavam sonhos E sonhos não envelhecem.”

Foi na década de 1960, em Belo Horizonte. Primeiro Milton Nascimento, Wagner Tiso, Márcio Borges e Marilton Borges plantaram a semente do que se tornaria um dos mais importantes movimentos musicais de todos os tempos. Depois, ainda na década de 60, chegaram Fernando Brant, Ronaldo Bastos, Lô Borges e Beto Guedes. O álbum Clube da Esquina foi gravado em 1972, revolucionando o cenário musical. Também participaram do LP outros compositores – mineiros e cariocas, além de músicos de outras partes do Brasil. Cinquenta anos depois do lançamento do disco, o movimento Clube da Esquina ganha versão teatral com direção de Dennis Carvalho. 

O musical Clube da Esquina – Os sonhos não envelhecem é baseado no livro “Os Sonhos Não Envelhecem”, de Márcio Borges. “Dirigi ‘Elis – A Musical’, e mudou a minha vida, simples assim. Dizem que um raio não cai duas vezes no mesmo lugar, mas estou sendo uma feliz ‘vítima’ dessa coincidência incomum, com esse novo convite da Márcia Dias e da Marilene Gondim para encenar Clube da Esquina – Os sonhos não envelhecem. Elis e Milton são o meu Clube da Esquina”, afirma o encenador. 

Marcia Dias (Buenos Dias), Marilene Gondim (MRG) são coprodutoras e Fernando Campos (Grupo Prisma) produtor associado de Clube da Esquina – Os sonhos não envelhecem. Os 3 produziram “Elis – A musical”. Na ocasião, Fernando era sócio da Aventura Entretenimento. Quem assina a dramaturgia é Fernanda

Brandalise. “Um grupo de jovens, em Minas Gerais, sonhava em mudar o mundo com música. Contaremos, no palco, como surgiu o Clube da Esquina”, revela a autora de apenas 27 anos. O espetáculo fala sobre amizade e poesia, fruto da esperança inabalável de que a arte pode transformar o mundo em algo melhor.

Trata-se de uma história verídica, contada e cantada.

A escolha do elenco aconteceu em etapas online e presencial. Mais de 1.000 pessoas de todo o Brasil participaram das audições. Quinze atores e atrizes foram escolhidos para o musical. São 24 canções, uma banda com cinco músicos e uma equipe criativa que faz parte da história do teatro, da TV e do audiovisual brasileiros,como: Marília Carneiro – figurinista; Maneco Quinderé – iluminador; Alexandre Kassin – diretor musical; Keller Veiga – cenógrafo; Antônio Negreiros – diretor de movimento; Vanessa Veiga – diretora de elenco; Olivia Ferreira e Pedro Garavaglia – Design / Videografismos, entre outros.

Paralelo ao lançamento do projeto teatral, Milton Nascimento realiza sua última turnê pelos palcos de todo o mundo, mas afirma que não se trata de uma despedida da música, mas apenas dos palcos. “Eu jamais poderia encerrar essa parte da minha vida, de tantos anos na estrada, sem homenagear aqueles que me acompanham esse tempo todo: os fãs”, conta Milton. Por sua vez, o musical Clube da Esquina – Os sonhos não envelhecem presta homenagem a este grande nome da música brasileira, assim como um dos movimentos artísticos de maior expressão nacional.

O espetáculo é apresentado, em todo Brasil, pela SulAmérica e tem a Usiminas como apresentadora em Minas Gerais. Eurofarma patrocina o projeto, que conta com o apoio de Copasa, Riachuelo e apoio cultural da Atlas Schindler e CSU.

INGRESSOS